Indicações: Tratamento de formas degenerativas e inflamatórias de reumatismo; síndromes dolorosas da coluna vertebral; reumatismo não articular; crises agudas de gota; inflamações pós-traumáticas e pós-operatórias dolorosas e edema; condições inflamatórias e/ou dolorosas em ginecologia, como por exemplo, dismenorreia primária ou anexite; e como auxiliar no tratamento de processos infecciosos acompanhados de dor e inflamação de ouvido, nariz ou garganta, como por exemplo, faringoamigdalites, otites. De acordo com os princípios terapêuticos gerais, a doença de fundo deve ser tratada com a terapia básica adequadamente.

Contraindicações: Hipersensibilidade (alergia) ao diclofenaco sódico ou qualquer outro componente da fórmula; pacientes com úlcera gástrica ou intestinal ativa, sangramento ou perfuração; insuficiência hepática, renal ou cardíaca; e gestantes no último trimestre de gravidez. Como outros agentes anti-inflamatórios não esteroidais (AINEs), o diclofenaco sódico também é contraindicado em pacientes nos quais crises de asma, urticária ou rinite aguda são causadas pelo ácido acetilsalicílico ou por outros AINEs.

Reações adversas: Cefaleia, tontura, vertigem, náuseas, vômito, diarreia, rash cutâneo e elevação das transaminases são as reações mais comuns.

Precauções: Este medicamento não deve ser utilizado por mulheres grávidas, nutrizes e crianças sem orientação médica ou do cirurgião-dentista.

Se persistirem os sintomas, o médico deverá ser consultado. Medicamentos podem causar efeitos indesejados. Evite a automedicação: informe-se com o farmacêutico.

Leia a bula. 

TANDRIFLAN 30COMP É UM MEDICAMENTO.
SEU USO PODE TRAZER RISCOS. PROCURE O MÉDICO E O FARMACÊUTICO. LEIA A BULA. SE PERSISTIREM OS SINTOMAS, O MÉDICO DEVERÁ SER CONSULTADO.
Não use junto com outros medicamentos que contenham paracetamol, com álcool, ou em caso de doença grave do fígado.
Informações Importantes

 

Ficha Técnica
Top