Indicações: Leiba é indicado no tratamento de enterocolite (inflamação do intestino delgado e grosso) e suas manifestações. É indicado também durante a terapêutica por antibióticos e quimioterápicos por via oral, principalmente em síndromes disenteriformes (doença aguda, infecciosa, específica, com lesões inflamatórias e ulcerativas das porções inferiores do intestino) quando então os Lactobacillus acidophilus protegem a flora intestinal normal (bactérias presentes no intestino). Leiba é restaurador e normalizador da flora intestinal fisiológica (bactérias presentes no intestino). Melhora o funcionamento intestinal, dificultando o desenvolvimento de flora bacteriana patogênica (que causa doenças). Uso oral. Uso adulto e pediátrico. 

Contraindicações: Leiba está contraindicado para pessoas com conhecida hipersensibilidade (alergia) aos componentes da fórmula. 

Reações adversas: Pessoas com sensibilidade ao leite e às proteínas animais podem ter reações do tipo alérgica (coceiras, vermelhidão na pele). Pode ocorrer reações cardiovasculares, como: dor no peito; reações gastrointestinais, como: gases, constipação e vômito; reações respiratórias, como: soluços, produção anormal de muco; reações dermatológicas, como: rash (erupção) cutâneo. Não sabe se estas reações são atribuídas à terapia com lactobacilos ou ao uso concomitante com antibióticos. 

Precauções: Os lactobacilos de Leiba não são absorvíveis, consequentemente o produto é desprovido de ação sistêmica, podendo ser utilizado por lactentes, crianças, adultos, gestantes, lactantes e idosos. Porém informe seu médico a ocorrência de gravidez na vigência do tratamento ou após o seu término. Informe também ao médico se está amamentando. Informe ainda ao seu médico ou cirurgião-dentista se você está fazendo uso de algum outro medicamento.

Se persistirem os sintomas, o médico deverá ser consultado. Medicamentos podem causar efeitos indesejados. Evite a automedicação: informe-se com o farmacêutico.

Leia a bula. 

LEIBA 12CÁP É UM MEDICAMENTO.
SEU USO PODE TRAZER RISCOS. PROCURE O MÉDICO E O FARMACÊUTICO. LEIA A BULA. SE PERSISTIREM OS SINTOMAS, O MÉDICO DEVERÁ SER CONSULTADO.
Informações Importantes

 

Ficha Técnica
Top