ndicações: Indicado como analgésico e antitérmico. Uso oral. Uso adulto e pediátrico acima de 15 anos de idade.

Modo de usar: 1 a 2 comprimidos até 4 vezes ao dia.

Contraindicações: Hipersensibilidade à dipirona ou a qualquer um dos componentes da fórmula ou, ainda, com intolerância conhecida aos derivados pirazolônicos (exemplo: isopropilaminofenazona, fenazona, propifenazona, fenilbutazona, oxifembutazona) incluindo caso anterior de agranulocitose em relação a um destes medicamentos; determinadas doenças metabólicas, como porfiria hepática aguda intermitente (risco de indução de crises de porfiria) e deficiência congênita da glicose-6-fosfato-desidrogenase (risco de hemólise); função da medula óssea insuficiente (exemplo: após tratamento citostático) ou doenças do sistema hematopoiético; asma analgésica ou intolerância analgésica do tipo urticária-angioedema, ou seja, pacientes com desenvolvimento anterior de broncoespasmo ou outras reações anafilactóides (exemplo: urticária, rinite, angioedema) provocadas por salicilatos, paracetamol ou outros antiinflamatórios não esteroidais (exemplo: diclofenaco, ibuprofeno, indometacina, naproxeno). Contraindicado ainda para menores de 15 anos de idade e durante os (3) três primeiros e os (3) três últimos meses de gravidez.

Reações adversas: Reações anafiláticas na forma de sintomas cutâneos ou nas mucosas (tais como: prurido, ardor, rubor, urticária, inchaço), dispneia e, menos frequentemente, sintomas gastrintestinais. Podem progredir para formas graves como urticária generalizada, angioedema grave (até mesmo envolvendo a laringe), broncoespasmo grave, arritmias cardíacas, queda da pressão sanguínea (algumas vezes precedida por aumento da pressão sanguínea) e choque circulatório. 

Precauções: A administração deste medicamento pode causar reações hipotensivas isoladas, possivelmente dose-dependentes, portanto, cuidados especiais são necessários em pacientes com pressão sanguínea abaixo de 100 mmHg ou com condições circulatórias instáveis (exemplo: deficiência circulatória incipiente associada a infarto do miocárdio, lesões múltiplas ou choque recente). Pacientes com asma brônquica, com urticária crônica, com intolerância ao álcool apresentam risco especial para reações anafilactoides graves possivelmente relacionadas à dipirona. Recomenda-se não utilizar durante os primeiros 3 meses da gravidez, durante o segundo trimestre o uso somente deve ocorrer após cuidadosa avaliação do potencial risco/benefício pelo médico. A lactação deve ser evitada durante e até 48 horas após o uso da medicação devido à excreção dos metabólitos da dipirona no leite materno.

Se persistirem os sintomas, o médico deverá ser consultado. Medicamentos podem causar efeitos indesejados. Evite a automedicação: informe-se com o farmacêutico.

Leia a bula. 

DIPIRONA 500MG 30 COMPRIMIDOS GERMED É UM MEDICAMENTO.
SEU USO PODE TRAZER RISCOS. PROCURE O MÉDICO E O FARMACÊUTICO. LEIA A BULA. SE PERSISTIREM OS SINTOMAS, O MÉDICO DEVERÁ SER CONSULTADO.
Não use este medicamento durante a gravidez e em crianças menores de três meses de idade.
Informações Importantes

 

Ficha Técnica
Top